PACIÊNCIA É UMA VIRTUDE - VAMOS EXERCITAR ELA EM 2017

14:16




Uma palavra que definiria meu ano em 2016 seria essa: P A C I Ê N C I A.
Nunca exerci tanto esse substantivo quanto nesse ano que está findando. Desde o primeiro dia desse mês de dezembro que estou refletindo sobre todas as coisas que aconteceram comigo,foram elas direta ou indiretamente, inclusive as coisas que aconteceram no mundo. Paciência é uma virtude que nos faz suportar certas coisas com resignação – não apresentando resistência ou oposição. A liquidez dos tempos está tornando cada momento de nossas vidas num átimo, estão breves e, quando pensamos em aproveitar já passou. Não sei se você teve a mesma impressão que eu dos fatos que aconteceram em nossas vidas, na sua vida em particular, por exemplo, que não foram bem aproveitadas.
O mau desses últimos anos é justamente isso, a pressa, a correria. Não nos preocupamos mais em viver momentos “off-line” de verdade, estamos sempre conectados e esse é o ponto que gera a falta de paciência.
Quando no início do ano em curso eu criei esse blog, registrei, ajustei todos os trâmites para colocá-lo no ar o mais rápido possível, jamais imaginei que daria continuidade. Por que? Bom, as coisas nunca serão certezas até que você realmente tenha prova de que está dando certo. Consegui um engajamento muito maior depois que passei a participar de grupos, mas mesmo assim estava impaciente!
A mesma coisa aconteceu com meu canal no YouTube. Até o fim do primeiro semestre eu não estava totalmente entregue, estava com a frequência de vídeos muito baixa e, o número de inscritos não subia. Isso me fazia perder a paciência. Foi aí que percebi que os NÚMEROS estavam roubando a cena. Minha falta de paciência era porque “pouca gente” acompanhava o que eu lançava na rede. Ninguém se importava. Mas como assim ninguém Juliana?
E os números que estavam lá, eram ninguém?
Os números não eram o que me agradavam, eu queria mais.

PAUSA DRAMÁTICA

A verdade era uma só: enquanto eu estivesse preocupada com os números de pessoas que estariam me acompanhando, as coisas permaneceriam estacionadas no mesmo ponto. Pois o importante não é isso! Às vezes a gente se importa com o que é na verdade a consequência daquilo que você está produzindo. Preocupante mesmo era que tipo de conteúdo eu estava tentando levar para minhas redes como no snap, instagram, youtube, enfim..
A partir disso que me libertei dessas amarras de números, pessoas, e principalmente, opiniões. Decidi que iria fazer realmente aquilo que me propus, afinal, se investi no blog registrando ele, se aprendi a editar vídeos, fiz aulas e tudo mais, então deveria sim investir nisso.
Passei a praticar a paciência! Com calma, alguma hora as coisas dariam certo, mas não estou falando de dinheiro, parcerias ou seguidores, estou falando de paz de espirito, satisfação pessoal, alegria de ver que esse blog tem minha personalidade. Escrevo coisas que gosto mesmo, tenho um canal no youtube e dou minha cara a tapa todos os dias quando decido subir um vídeo à receber críticas, sugestões, ou até elogios, quem sabe.
Por isso que minha palavra de ordem é “Paciência”.
Até mesmo em minha casa com meu esposo, com minha enteada, minha vida acadêmica e meu local de trabalho eu estive sendo paciente.
Por isso se hoje eu pudesse sugeri para qualquer pessoa algo de importante para ela praticar na vida, principalmente porque estamos nos aproximando do fim de 2016 e um novo recomeço está por vir, talvez seja essa palavra que esteja faltando no seu vocabulário de vida, em suas práticas do dia-a-dia.

Tenha paciência.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

@juma.se

Subscribe